Adela de França, condessa de Flandres - pt.LinkFang.org

Adela de França, condessa de Flandres


Adela
Princesa de França
Condessa de Contenance e de Auxerre
Adela com seu marido, Balduíno.
Duquesa consorte da Normandia
Reinado Janeiro de 10276 de agosto de 1027
Condessa consorte de Flandres
Reinado 30 de maio de 10351 de setembro de 1067
Cônjuge Ricardo III da Normandia
Balduíno V, Conde de Flandres
Casa Capeto (por nascimento)
Normanda (por casamento)
Flandres (por casamento)
Nascimento 1009
  Paris, França
Morte 8 de janeiro de 1079 (70 anos)
  Messines, Flandres Oriental, Bélgica
Enterro Convento Benedito de Messines, Bélgica
Pai Roberto II de França
Mãe Constança de Arles

Adela de França, Adela de Messines ou Alice (em francês: Adèle; Paris, 1009Messines, 8 de janeiro de 1079)[1], foi uma princesa de França como filha do rei Roberto II de França e de sua terceira esposa, Constança de Arles. Foi duquesa consorte da Normandia através de seu primeiro casamento com Ricardo III da Normandia e pelo seu segundo casamento com Balduíno V da Flandres, foi condessa consorte de Flandres, além de ter sido condessa de Contenance e de Auxerre.[2]

Através de sua filha, Matilde de Flandres, esposa de Guilherme I de Inglaterra, Adela é uma ancestral da Dinastia normanda, e subsequentes casas reais da Inglaterra, como a Dinastia Plantageneta.

Índice

Família


Seus avós paternos eram Hugo Capeto, rei dos Francos, primeiro rei da Casa de Capeto e sua esposa, Adelaide da Aquitânia.

Seus avós maternos eram o conde Guilherme I da Provença, conhecido como "o Libertador" e Adelaide Branca de Anjou, que foi rainha consorte da Aquitânia através de seu terceiro casamento com Luís V de França.

Antes de sua mãe, seu pai havia sido casado duas vezes, o que resultou em filhos que morreram jovens. Portanto, Adela não teve meio-irmãos.

Entre seus irmãos, estavam: Henrique I de França, sucessor de seu pai como rei e duque da Borgonha; Hugo Magno, governou ao lado do pai 19 de junho de 1017 até a sua morte em 17 de setembro de 1025; Roberto I, Duque da Borgonha, sucedeu ao seu irmão, Henrique I, no ducado; Edviges de França, condessa consorte de Nevers por casamento com Reinaldo I de Nevers; Odo ou Eudes, que pode ter tido retardo mental e Constança, casada com o conde Manasses de Dammartin.

Casamentos


Adela se casou com o duque Ricardo III da Normandia, em janeiro de 1027. Ele era filho de Ricardo II da Normandia e Judite da Bretanha, os avós paternos do rei inglês, Guilherme, o Conquistador. Como parte do dote, seu pai lhe deu a Senhoria de Corbie. Porém, o casamento foi curto, já que Ricardo morreu naquele mesmo ano em 6 de agosto.

No outro ano, em 1028, em Amiens, a ex-duquesa se casou com Balduíno V, conde de Flandres, filho de Balduíno IV da Flandres, chamado de "o Barbudo", e de Ogiva de Luxemburgo, filha de Frederico do Luxemburgo.

Influência


Quando o irmão de Adela, Henrique I de França morreu, ele deixou um filho de sete anos de idade, Filipe I de França, filho de Ana de Quieve, que passou a exercer a regência para o seu filho, juntamente com o conde Balduíno V, marido de Adela.[3] Os dois cumpriram o seu papel de 1060 até 1067, e Ana foi a primeira rainha da França a ser regente.

Em 1071, o terceiro filho do casal, Roberto, o Frísio, planejava invadir Flandres, sendo que na época, o conde era Arnulfo III da Flandres, neto de Adela e Balduíno V, através de seu filho Balduíno VI da Flandres. Roberto anteriormente havia prometido ao irmão proteger o sobrinho. Na época, sua mãe, Riquilda de Hainaut, servia como regente para o filho.[4]

Ao saber disso, Adela pediu a ajuda do rei Filipe I, para impedir Roberto. Assim, o rei mandou soldados para ajudar Arnulfo aliados a dez cavaleiros normandos sob a liderança de Guilherme FitzOsbern, 1° conde de Hereford, parente e conselheiro de Guilherme, o Conquistador.

O conflito resultou na Batalha de Cassel, em que as forças de Arnulfo apesar de serem superiores às de Roberto, foram derrotadas antes de se organizarem adequadamente para a batalha, e o conde Arnulfo e Guilherme FitzOsbern foram mortos. A mãe do conde, Riquilda, foi capturada e depois solta. Mais tarde, o rei Filipe reconheceu Roberto como o novo conde de Flandres.

Um ano depois, Berta da Holanda, enteada do novo conde Roberto, se casou com o rei Filipe I, para selar a paz.

Obras


Adela era interessada nas reformas do marido em igrejas, e esteve ao lado dele na fundação de vários colegiados, como os Colégios de Aire (em 1049), Lille (em 1050), Harelbeke (em 1064), e as Abadias de Messines e Ename, em 1057 e 1063, respectivamente.[5]

Com a morte de Balduíno em 1 de setembro de 1067, Adela foi até Roma, onde se tornou freira com a permissão do Papa Alexandre II e se retirou para o convento benedito de Messines, perto de Ypres.

Lá ela morreu e foi enterrada. Ela é venerada como santa na Igreja Católica, e seu dia é 8 de setembro.[6]

Descendência


Ela não teve nenhum filho de seu primeiro casamento.

Com Balduíno, Adela teve três filhos:

Ancestrais


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adela de França, condessa de Flandres
Precedida por:
Papia de Envermeu
Duquesa consorte da Normandia

Janeiro de 1027 - 6 de agosto de 1027
Sucedida por:
Matilde de Flandres
Precedida por:
Leonor da Normandia
Condessa consorte de Flandres

30 de maio de 1035 - 1 de setembro de 1067
Sucedida por:
Riquilda de Hainaut


Referências


  1. The Peerage
  2. Medieval Lands - Terras Medievais
  3. Schwennicke, Detlev. Europäische Stammtafeln: Stammtafeln zur Geschichte der Europäischen Staaten. [S.l.: s.n.] 
  4. de Mons, Gislberto de. Chronicle of Hainaut . [S.l.: s.n.] p. 5 
  5. Abadia de Ename - Wordpress.com
  6. Adela de França - Catholic.org








Categorias: Nascidos em 1009 | Mortos em 1079 | Naturais de Paris | Princesas da França | Duquesas da Normandia | Condessas de Flandres | Dinastia Normanda | Casa de Capeto | Casa de Flandres | Mulheres da França medieval | Mulheres do século XI | Santos da França | Santos da Bélgica | Franceses do século XI | Mulheres da Bélgica medieval








Data da informação: 17.12.2020 11:28:53 CET

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-by-sa-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.