Ano zero


Ano zero não é usado no calendário gregoriano e nem no seu predecessor, o calendário juliano. A contagem dos anos assemelha-se à ordem dos números inteiros com a excepção de que não existiu um ano zero - pelo que o ano 1 a.C. foi imediatamente sucedido pelo ano 1 d.C. ("d.C." de "depois de Cristo" - Anno Domini como é mais frequentemente referido em outras línguas, ou Era comum).

Mesmo assim, o ano zero é usado na contagem astronômica do tempo (configurando - entre outros - um ano bissexto zero) e foi fixado na norma ISO 8601:2004 (versão anterior: ISO 8601:2000) que estabelece padrões internacionais para a representação da data e hora[1][2] A razão para isso é que as fórmulas nas quais o ano deve ser inserido podem ser usadas incorretamente. Por exemplo, a NASA usa esse sistema para exibir eclipses solares. O eclipse solar de Bur-Sagile é calibrado, por exemplo, como tendo ocorrido em 15 de Junho de -762, ou 15 de junho do ano 763 a.C.

Provavelmente a ideia de utilizar o ano zero como um método de contagem adequado para aritmética tenha sido do astrólogo italiano Luca Gaurico (1476–1558).[3] Ele justificou dizendo que, como astrólogo, ele estava interessado em reflexões cronológicas; assim, ele precisava do ano zero como centro de simetria.

O ano zero existe ainda no calendário hindu e budista.

Em alguns cálculos de tempo como o de nascimento o ano 0 é usado, 0 anos e 0 meses e 10 dias, por exemplo.

Ver também


Referências


  1. «A década acaba daqui a dois meses ou só no final de 2020?» . Glamour 
  2. «2019 ou 2020: quanto termina realmente esta década?» . BBC 
  3. Luca Gaurico, Calendarium ecclesiasticum novum, Venedig 1552,C2v,C6v, -, De eclipsi solis miraculosa in Passione Domini observata, Paris 1553,12r, 40v-41r.









Categorias: Anos | Medição do tempo | Sistema de coordenadas celestes | Zero




Data da informação: 24.09.2021 05:50:35 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-BY-SA-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.