Bus Rapid System


O Bus Rapid Service (BRS - Serviço de Ônibus Rápido) pode ser definido basicamente como um conjunto de intervenções: a destinação de faixa(s) exclusiva(s) para ônibus em conjunto com uma nova identificação visual. A primeira experiência brasileira foi realizada na cidade do Rio de Janeiro.

Índice

No Brasil


Manaus

O sistema começou a operar em 8 de fevereiro 2014 com ônibus articulados.[1] Os corredores tem duas faixas de tráfego para cada sentido, sendo o embarque e desembarque de passageiros realizado em plataformas exclusivas do sistema.[2][3]

Corredores

Rio de Janeiro

Sua operação começou em 2011 e sua função é otimizar o transporte coletivo por ônibus através de corredores preferenciais e escalonamento de paradas em pontos de ônibus.

Os pontos escalonados são identificados pelo número do BRS, bem como as linhas de ônibus que param naquele ponto classificadas de acordo com seu destino e tipo de linha (diametral ou radial), com um adesivo em seus para-brisas. Os BRS possuem numeração 1, 2, 3, 4, 5 ou 6 e I (Intermunicipais).

Os corredores podem ter uma ou duas faixas de tráfego e são localizadas no lado direito da pista, identificados por sinalização horizontal e vertical, no caso da cidade do Rio de Janeiro por uma faixa contínua azul. Na faixa pode trafegar apenas os ônibus do transporte público e táxis com passageiros. Automóveis que trafegam na faixa podem ser autuados por fiscalização eletrônica, exceto em trechos específicos para conversão a direita e entrada em garagens.

Corredores

Região Sul

Região Norte

Região Central

Vem também


Referências


  1. «Ônibus começam a utilizar plataformas do BRS neste sábado» . Prefeitura Municipal de Manaus. 7 de fevereiro de 2014. Consultado em 6 de fevereiro de 2020 
  2. «Prefeitura conclui primeiro corredor viário do BRS» . Prefeitura Municipal de Manaus. 12 de agosto de 2014. Consultado em 6 de fevereiro de 2020 
  3. «Torquato Tapajós começa a receber sinalização da faixa exclusiva de transporte coletivo» . Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU). 24 de maio de 2016. Consultado em 6 de fevereiro de 2020 

Ligações externas


Este artigo sobre transportes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o .









Categorias: Corredores de ônibus | Transportes da cidade do Rio de Janeiro




Data da informação: 24.09.2021 10:17:08 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-BY-SA-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.