Ducado da Borgonha - pt.LinkFang.org

Ducado da Borgonha






Ducado da Borgonha

 

843 – 1477

Brasão de Filipe, o Bom (após 1430)

Territórios da dinastia de Valois-Borgonha durante o governo de Carlos, o Calvo
Continente Europa
Região Borgonha, Flandres, Limburgo, Hainaut, Holanda, Zelândia, Luxemburgo
País França, Países Baixos
Capital Dijon (também Bruges e Ghent)
Língua oficial Latim, línguas de oïl (francês antigo), neerlandês
Religião Catolicismo romano
Governo Monarquia
Duque da Borgonha
 • 1419 - 1467 Filipe, o Bom
 • 1467 - 1477 Carlos, o Calvo
Legislatura Estados Gerais criados durante o governo de Filipe, o Bom
Período histórico Idade Média
 • 843 Tratado de Verdun
 • 1337 - 1453 Guerra dos 100 anos
 • 1430 Ordem do Tosão de Ouro
 • 1474 - 1477 Guerra da Borgonha
 • 1477 Batalha de Nancy

O Ducado da Borgonha foi um dos estados mais importantes da Europa medieval, independente entre 880 e 1482. Não deve ser confundido com o condado da Borgonha, outro território da França. O feudo do duque da Borgonha correspondia aproximadamente à actual Borgonha, uma região da França.

Graças à sua riqueza e território vasto, este ducado foi política e economicamente muito importante. Tecnicamente vassalos do rei de França, os duques da Borgonha souberam conservar a autonomia, manter uma política própria e ser suseranos de diversos condados e senhorios, incluindo o condado da Borgonha (actual Franco-Condado).

História


A dinastia inicial de duques da Borgonha extinguiu-se em 1026, com a morte sem descendentes do herdeiro da casa, o duque Otão-Guilherme. Mas o ducado já tinha sido anexado em 1004 pelo rei Henrique I de França, que se tornou duque em 1016. Em 1032, Henrique I concedeu o ducado ao seu irmão Roberto, que fundou o ramo capetiano de duques da Borgonha. É desta linha que descende Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal. O último representante desta casa foi Filipe de Rouvres, que morreu de peste em 1361.

O ducado reverteu para a coroa francesa e dois anos mais tarde João II de França concedeu o título ao seu filho mais novo Filipe de Valois. Filipe II casou com Margarida III da Flandres, e através desta união anexou à Borgonha o condado da Flandres, bem como Artois, Nevers e Rethel e os ducados de Brabante e Limburgo.

A última duquesa da Borgonha independente foi Maria de Valois, que casou com Maximiliano I, Imperador do Sacro-Império. No casamento estava estipulado que o segundo filho herdaria os domínios da mãe, mas Maria morreu num acidente de cavalo antes que isso acontecesse. Depois desta tragédia, o Ducado da Borgonha foi incorporado à França, enquanto o Condado de Borgonha (Franco Condado) e os territórios dos Países Baixos ficaram sob o controle dos Habsburgos.

Ver também



O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ducado da Borgonha








Categorias: Ducado de Borgonha








Data da informação: 30.05.2020 02:40:13 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-by-sa-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.