Esciros


Os esciros foram uma tribo germânica da Europa Oriental, atestados em obras históricas entre os séculos II a.C. e V d.C.

A Inscrição de Protógenes (século III a.C.) menciona os esciros, juntamente com os gálatas e, provavelmente os indo-iranianos saios,[1] quando eles tentaram, sem sucesso, capturar a cidade grega de Ólbia, a noroeste do Mar Negro. Tem sido sugerido que os esciros, assim como os hírrios, foram mencionados por Plínio, o velho, em associação com os sármatas e vênedos, atualmente pertencente à ultima vez que eles foram mencionados entre os povos germânicos e nem César nem Tácito mencionaram os esciros em tudo.[2] Eles reapareceram apenas na época de Átila, o Huno.

A etimologia do nome deles é obscura. As tentativas estão baseadas na produção de germânicos limpos ou puro-sangues, por oposição à tribo vizinha dos mestiços bastarnas (cf. bastardo).[3] Outros autores sugerem uma ligação com o termo Shire.

Acredita-se que os esciros inicialmente viviam no território da moderna Polônia. Eles migraram para o sul, aparentemente, cerca de 200 a.C. (algumas obras secundárias dão uma data mais precisa de 230 a.C.), juntamente com os bastarnas. Depois de um tratado de paz com o Império Romano foram registrados como vivendo a leste dos bastarnas, próximos do mar Negro.

Para os próximos seis séculos as referências históricas aos esciros são esporádicas, mas suficientes para sugerir a continuidade.

No século IV, alguns dos esciros viveram nos Cárpatos, onde foram derrotados pelos hunos. Durante o apogeu do império huno sob o líder huno Átila, os esciros se aliaram com Átila e providenciaram potente infantaria para ele. Após a desintegração do império huno, parte dos esciros se juntaram aos godos ocidentais e orientais, enquanto outros se tornaram federados no Império Romano. Odoacro, o primeiro "rei da Itália", esteve associado com este povo.

Referências


  1. [1] Studies in the History and Language of the Sarmatians - J. Harmatta
  2. [2] Odoacer: German or Hun? - Robert L. Reynolds and Robert S. Lopez
  3. Armin E. Hepp, Völker und Stämme in Deutschland, Manfred Pawlak Verlag, 1986, p.268.









Categorias: Povos germânicos | Esciros




Data da informação: 24.09.2021 04:21:36 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-BY-SA-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.