Guilherme I da Normandia - pt.LinkFang.org

Guilherme I da Normandia




Guilherme I da Normandia
Duque da Normandia
Cônjuge Luitegarda de Vermandois
Descendência Ricardo I da Normandia
Dinastia Normanda
Nascimento 910
Morte 17 de dezembro de 942 (32 anos)
Enterro Catedral de Ruão
Pai Rolo I da Normandia
Mãe Poppa de Bayeux

Guilherme I da Normandia (em francês: Guillaume Longue-Épée, em Latim: Willermus Longa Spata, Língua nórdica antiga: Vilhjálmr Langaspjót; antes de 910 - (por assassinato) 17 de dezembro de 942), dito "Guilherme Espada Longa" [1], foi o filho de Rollo e de Poppa de Bayeux, senhora de Bayeux.

Índice

Biografia


É considerado como o segundo duque da Normandia, embora o título ainda não existisse na sua época. Foi antes de tudo jarl dos normandos do Sena e pai de Ricardo I da Normandia.

Um poema escrito logo após a morte de Guilherme I mostra que ele nasceu no estrangeiro,[2] confirmando assim as suas origens escandinavas. Foi filho de uma mãe cristã e de um pai que ainda era pagão.

Se no inicio foi somente o filho de um chefe viquingue, chefe de um grupo que percorria os mares em busca de terras que poderiam ser saqueadas, rapidamente, e depois da morte de seu pai, tornou-se mais poderoso.

A pressão dos saques praticados por seu pai, e a influência deste levou a que fosse instalado pelo rei Carlos III de França (17 de setembro de 8797 de outubro de 929), "o Simples", na Normandia, com o acordo de este deixar de saquear as terras francesas.

Com a morte do pai Guilherme tornou-se o herdeiro deste território. Dudon de Saint-Quentin, explica que até ao ano de 927 Rollon se encontrava incapaz de governar o território de forma organizada[3], facto que levou a que um conjunto de normandos e bretões escolhe-se Guilherme como chefe. Apenas eleito, Guilherme dirigiu-se ao Carlos de França, oferecendo-lhe a paz em troca do território, recebendo a concordância real e o título de Jarl.

É muito difícil esboçar um retrato do novo jarl dos Normandos do Sena. O poema de Saint-Quentin Dudon tende a ser, sim, uma hagiografia. Mas não pode haver dúvida de que Guilherme era, ao contrário de seu pai, um verdadeiro cristão. Em 935 ele casou-se, (na religião Cristã) com Luitegarda de Vermandois, filha de Herberto II de Vermandois (c. 880 - 23 de fevereiro de 943), Conde de Vermandois.

Já como jarl ordenou várias doações para os cânones do Monte Saint-Michel e procedeu ao restauro da Abadia de Jumièges, local onde tinha a intenção de ser sepultado.

O principado de Guilherme corresponde a uma consolidação da Normandia. Dudon apresenta o jarl como um restaurador da paz e da ordem. Lucien Musset, descreve-o, mais recentemente: "como o artesão chefe da ressurreição da Normandia". "A ele deve ser atribuído o sucesso final do sucesso do enxerto no tronco escandinavo romano-Franco, que permitiu ao Estado, fundado em 911 o atravessar vitoriosamente a crise geral que viveu nos anos de 940 o mundo escandinavo do Ocidente"[4].

Relações familiares


Foi filho de filho de Rolo I da Normandia[5] (c. 860 - 932) e de Poppa de Bayeux, senhora de Bayeux, filha de Berengário II da Nêustria (847 - 896) e de N de Rennes.

Foi casado por duas vezes, a 1ª com Luitegarda de Vermandois (c. 925 - 14 de novembro de 977), filha de Herberto II de Vermandois (c. 880 - 23 de fevereiro de 943) e de Luitegarda de França (885 - 931). Desta casamento, Guilherme, no entanto, não teve filhos.

O segundo casamento em poligamia (More danico Literalmente: À maneira escandinava) foi com Sprota de Senlis (c. 900 -?), de quem teve:

  1. Ricardo I da Normandia (Fécamp, Normandia 28 de agosto de 933 - Fécamp, Normandia 20 de novembro de 996)[6] entre 942 e 996.

A primeira esposa de Ricardo I da Normandia foi Ema de Paris, que desposou em 960, filha de Hugo, o Grande, conde de Paris. Uniram-se ainda muito jovens. Ela faleceu em 966, sem descendência.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Guilherme I da Normandia

Bibliografia


Referências


  1. Chamado Viljâlmr Langaspjôt nas sagas escandinavas.
  2. La Complainte de Guillaume Longue Épée
  3. Según el historiador D. C. Douglas, Rollon estaba, posiblemente, muerto. C. D. Douglas, « Rollo of Normandy », The English Historical Review, vol. 57, n°228, oct. 1942, p434-435.
  4. Lucien Musset, « Naissance de la Normandie », Michel de Bouärd (dir.), Histoire de la Normandie, Privat, Toulouse, 1970, pág. 109
  5. Duques da Normandia
  6. Royal.gov.uk ]








Categorias: Nascidos em 910 | Mortos em 942 | Duques da Normandia | Franceses do século X | Sepultados na Catedral de Ruão | Normandos do século X | Dinastia Normanda








Data da informação: 30.05.2020 05:57:07 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-by-sa-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.