Henrique I de França - pt.LinkFang.org

Henrique I de França




Henrique I
Rei dos Francos
Reinado 20 de julho de 1031
a 4 de agosto de 1060
Coroação 14 de maio de 1027
Antecessor(a) Roberto II
Sucessor(a) Filipe I
 
Esposas Matilde da Frísia
Ana de Quieve
Descendência Filipe I de França
Ema de França
Roberto de França
Hugo I, Conde de Vermandois
Casa Capeto
Nascimento 4 de maio de 1008
  Reims, França
Morte 4 de agosto de 1060 (52 anos)
  Vitry-aux-Loges, França
Enterro Basílica de Saint-Denis,
Saint-Denis, França
Pai Roberto II de França
Mãe Constança de Arles
Religião Catolicismo

Henrique I (Reims, 4 de maio de 1008Vitry-aux-Loges, 4 de agosto de 1060) foi o Rei dos Francos de 1031 até sua morte. Era filho do rei Roberto II e Constança de Arles. As terras da coroa da França chegaram ao seu menor tamanho durante seu reinado, e por esse motivo Henrique é tradicionalmente visto como emblemático da fraqueza inicial da dinastia capetiana. Entretanto, alguns historiadores o consideram como um rei forte mas realista, que foi obrigado a realizar suas políticas sabendo das limitações da monarquia francesa da época.

O reinado de Henrique I, assim como o de seus antecessores, foi marcado por uma longa sequência de batalhas pela conquista de terras. Inicialmente aliou-se ao seu irmão Roberto, com o apoio da sua mãe, numa revolta contra seu pai em 1025.

Mas ao subir efectivamente ao trono teve de fazer frente à hostilidade da sua mãe e dos grandes vassalos que pretendiam coroar o seu irmão Roberto. Henrique obteve o apoio do Sacro Imperador Romano Conrado II da Germânia e principalmente o de Roberto I da Normandia, e para obter a paz teve de ceder o ducado da Borgonha como apanágio ao seu irmão.

Henrique encontrou-se três vezes em Ivois com Henrique III da Germânia, o sucessor de Conrado II. No início de 1043 discutiram o casamento do imperador com Inês de Poitou, filha de Guilherme V, Duque da Aquitânia. Reuniram-se mais uma vez em Outubro de 1048, e finalmente em Maio de 1056, desta vez para resolver uma disputa sobre a Lorena. O debate sobre este ducado tornou-se tão hostil que o rei da França desafiou o imperador germânico para um duelo. O segundo fugiu da região durante a noite, mas mesmo assim Henrique não conseguiu ficar na posse da Lorena.

Tutor de Guilherme, o Bastardo,[1] futuro duque da Normandia, apoiou-o inicialmente contra os seus vassalos, principalmente na batalha de Val-ès-Dunes em 1047, perto de Caen. Depois entraram em conflito. Quando o Conquistador, primo do rei inglês Eduardo o Confessor, casou-se com Matilde da Flandres, filha de Balduíno V da Flandres,[2] conde da Flandres, Henrique temeu o seu poder crescente. Tentou conquistar-lhe a Normandia na batalha de Mortemer em 1054, e de novo em 1057 em Varaville, sem sucesso.

Durante o seu reinado, Henrique I perdeu a Borgonha e apenas conquistou Sens. Os domínios reais atingiram a extensão mínima territorial em toda a história da França, pelo que este rei é visto como o epíteto da fraqueza da dinastia capetiana inicial, contra um poder feudal no seu auge. Foi durante este período difícil que os bispos franceses proclamaram a Paz de deus e a Trégua de deus, para controlar a violência feudal pelo meio de sanções religiosas.

Henrique morreu em 4 de agosto de 1060 em Vitry-en-Brie, e foi sepultado na Basílica de Saint-Denis. Foi sucedido pelo seu filho Filipe I de França[3] aos 7 anos de idade, sob a regência de Ana de Quieve.

Casamentos e descendência


Ficou noivo pela primeira com de Matilda da Germânia (1027-1034), filha do imperador Conrado II da Germânia, mas esta morreu aos sete anos de idade.

Em 1043 casou-se então com Matilde da Frísia (1027-1044), filha de Luidolfo da Frísia. Morrendo esta no ano seguinte, assim como a filha de ambos.

Henrique celebrou segundas núpcias em 1051 com Ana de Quieve, filha do grão-príncipe de Quieve Jaroslau I, o Sábio, e de Ingigerda da Noruega. Deste casamento nasceram:

  1. Filipe I de França (1052-1108),[4] seu sucessor, associado ao trono francês em 1059. Casou por duas vezes, a 1ª com Berta da Holanda (1055 - 1094), filha de Floris I da Holanda[5] (1017 - 28 de junho de 1061) e de Gertrudes da Saxónia (1035 - 4 de agosto de 1113) e em segundas núpcias com Bertranda de Monforte[6] (1070 - 1117), filha de Simão I de Montfort (1030 - 1087) e de Inês de Évreux (1035 -?)
  2. Roberto de França (1054-1063)
  3. Ema de França (1055-1109)
  4. Hugo I, conde de Vermandois (1057-1101), casou-se com Adelaide de Vermandois.

Ligações externas


Referências


  1. Bates, David. William the Conqueror. Stroud, UK: Tempus, 2001. 33 p. ISBN 0-7524-1980-3
  2. Condes da Flrandes
  3. Reis da dinastia capetiana de França (em inglês)
  4. http://fmg.ac/Projects/MedLands/CAPET.htm#_ftnref207%7CReis da dinastia capetiana de França}}
  5. Count Holland and Frisia, Chapter 2. COUNTS OF HOLLAND (900)-1299
  6. Bertranda é referenciada na Historia Regum Francorum Monasterii Sancti Dionysii (História do Reino dos Francos do Mosteiro de São Dionísio), que fala de "Philippum et Florum et filiam unam" (Filipe e Fleury e uma filha) como a descendência de "Philippus rex [et] Fulconi Rechin Andagavorum comiti uxorem" (Rei Filipe e Bertranda), especificando que a filha não nomeada casou com "Tanchredus Anthiochenus" (Tancredo de Antioquia). A filiação de Bertranda também foi registrada por Guilherme de Tiro, arcebispo de Tiro e cronista das cruzadas, que escreveu sobre os seus dois casamentos.
Precedido por:
Roberto II

Rei da França

1031 - 1060
Sucedido por:
Filipe I
Duque da Borgonha
1016 - 1032
Sucedido por:
Roberto I








Categorias: Nascidos em 1008 | Mortos em 1060 | Monarcas católicos romanos | Duques da Borgonha | Dinastia capetiana | Sepultados na Basílica de Saint-Denis | Reis da França | Naturais de Reims








Data da informação: 30.05.2020 08:50:07 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-by-sa-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.