Instituto Nacional de Cardiologia


O Instituto Nacional de Cardiologia (INC) é uma instituição brasileira vinculada ao Ministério da Saúde. O Instituto dispõe de 165 leitos, sendo 60 de UTI, com 4 mil internações anuais, 1200 cirurgias e 50 mil consultas médicas.

É o único hospital público que realiza transplantes cardíacos em adultos e crianças no Estado do Rio de Janeiro e é o segundo centro que mais realiza cirurgias de cardiopatias congênitas no Brasil.[1]

Em 2011, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) assinou acordo de cooperação com o INC.[2]

Em maio de 2017, o INC enviou um memorando ao Ministério da Saúde, informando que, diante do orçamento recebido, diminuiria o número de cirurgias que utilizam "materiais de alto custo", como marcapassos.[3] No mesmo mês, a Defensoria Pública da União (DPU) recomendou ao INC não reduzir o número de cirurgias.[4] Segundo o Ministério da Saúde, o repasse anual para os hospitais e institutos federais do Rio de Janeiro é estável e soma 1,2 bilhão de reais para o atendimento em nove unidades, e que considerando o custeio de pessoal, os recursos chegam a 3,3 bilhões de reais.[4]

Controvérsias


Em dezembro de 2016, o diretor Andrey Monteiro foi exonerado do cargo. Ele foi o responsável por um aumento em trinta por cento do número de cirurgias cardíacas e em dez por cento a realização de cateterismos, implantes de marca-passos e consultas, e trouxe uma economia mensal de 400 mil reais à instituição.[5]

Referências


  1. http://www.inc.saude.gov.br/htm/inc.htm
  2. «UFRJ assina acordo de cooperação com Instituto Nacional de Cardiologia» . UFRJ. 5 de março de 2011. Consultado em 6 de setembro de 2018 
  3. «Instituto Nacional de Cardiologia vai reduzir número de cirurgias por problemas de orçamento» . Extra. Globo.com. 4 de maio de 2017. Consultado em 6 de setembro de 2018 
  4. a b Flavia Villela. «Defensoria recomenda que Instituto Nacional de Cardiologia não reduza cirurgias» . Agencia Brasil. EBC. Consultado em 6 de setembro de 2018 
  5. «Diretor melhora Instituto Nacional de Cardiologia e é exonerado» . Extra. Globo.com. 20 de dezembro de 2016. Consultado em 6 de setembro de 2018 









Categorias: Estabelecimentos de saúde do Brasil | Instituições governamentais do Brasil | Saúde pública




Data da informação: 17.12.2020 01:16:10 CET

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-BY-SA-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.