João I de Castela - pt.LinkFang.org

João I de Castela




João I
Rei de Castela e Leão

Rei João I de Castela
Reinado 29 de Maio de 1379 - 9 de Outubro de 1390
Coroação 25 de Julho de 1379
Antecessor(a) Henrique II
Sucessor(a) Henrique III
Dinastia Trastâmara
Nascimento 24 de agosto de 1358
  Épila
Morte 9 de outubro de 1390 (32 anos)
  Alcalá de Henares
Enterro Catedral de Toledo
Cônjuge(s) Leonor de Aragão
Beatriz de Portugal
Filho(s) com Leonor de Aragão
Henrique
Fernando
Leonor
Pai Henrique II
Mãe Joana Manuel de Castela

João I de Castela (24 de agosto de 1358 — Alcalá de Henares, 9 de outubro de 1390) foi Rei de Castela e Leão entre 1379 e 1390, sendo o segundo rei da dinastia de Trastâmara. Filho de Henrique II e de Dona Joana Manuel, nasceu em Épila durante o desterro do pai, que ainda não era rei.

Índice

Casamentos


Em 1375, D. João [D. Juan] casou, em Sória, com Leonor de Aragão, filha de Pedro IV. Da união nasceram Henrique e Fernando. Viúvo, casou-se com Beatriz de Portugal, única filha legítima e presumível herdeira do rei D. Fernando, tendo posteriormente reclamado para si, ou para a sua mulher, a coroa portuguesa. Devido aos conflitos com João de Gaunt, que reclamava a coroa de Castela pelo direito de sua mulher Constança (filha de Pedro I de Castela, o Cruel), convencionou em 1387 o casamento da filha destes, Catarina, com o seu filho primogénito e herdeiro, Henrique.

Reinado


Ao longo do seu reinado participou ao lado dos franceses em batalhas da Guerra dos cem anos, e contra Portugal, a cujo trono aspirava. Todavia foi derrotado pelos portugueses e pelo rei que eles haviam eleito, João I de Portugal, em 14 de Agosto de 1385, na Batalha de Aljubarrota, sendo obrigado a descartar-se das ambições a este trono.

Levou a cabo operações guerreiras contra Portugal tanto na época de D. Fernando como na de D. João I. Durante a Guerra contra Castela, Portugal ajudou as forças do Duque de Lencastre, que reivindicava através da esposa, Constança, o direito ao trono castelhano (filha de D. Pedro I, assassinado em Montiel por Henrique II de Castela). As pretensões do duque não chegaram a concretizar-se, mas, mediante uma hábil política, colocou as filhas D. Filipa de Lencastre e D. Catarina de Lencastre, como rainhas consortes, a primeira no trono de Portugal e a segunda no trono de Castela. Juntaram-se assim, quanto à coroa castelhana, a linha espúria e a legítima.

Morreu após uma queda de cavalo.

Casamento e posteridade


Casou em Sória em 18 de Junho de 1375 com a Infanta doña Leonor de Aragão (nascida em Santa Maria del Puig em 20 de Fevereiro de 1358- falecida a 13 de Agosto ou de Setembro de 1382 em Cuellar), irmã de D. João I de Aragão (1350-1395) e D. Martim I de Aragão (1351-1395), filhos de D. Pedro IV de Aragão (1319-1387) o do Punhal, o Cruel ou o Cerimonioso Rei de Aragão e de sua 3ª esposa, Leonor da Sicília, filha de Pedro II da Sicília. Tiveram dois (ou três) filhos.

Casou depois em Badajoz a 14 de Maio de 1383 com Dona Brites ou Beatriz de Portugal (1372 - após 1412), filha de Fernando I de Portugal (1367-1383) o Formoso e Leonor Teles (morta em 1386), e antiga noiva de Eduardo, filho de Edmundo Langley e sobrinho de João de Gaunt. Tendo enviuvado jovem, Beatriz recusou em 1409, segundo alguns cronistas, uma proposta de casamento do Duque de Áustria, tal como já o teria feito a outras propostas anteriores.

Descendência


1.º casamento

2.º casamento

Referências


  1. Dicionário de História de Portugal, Iniciativas Editoriais, Volume I, p. 319
  2. Crónica do Rei Dom Henrique III, ano terceiro do seu reinado, capítulo XXV


Precedido por:
Henrique II
Rei de Castela, Toledo,
Leão, Galiza, Sevilha,
Córdova, Múrcia, Jaén,
Algarve e Algeciras

1379-1390
Seguido por:
Henrique III
Senhor de Lara e da Biscaia
1379-1390
'

Bibliografia











Categorias: Nascidos em 1358 | Mortos em 1390 | Reis de Castela | Reis de Leão | Casa de Trastâmara | Crise de 1383-1385 | Mortes por acidente de cavalo | Reis por direito conjugal | Governantes do século XIV | Personagens envolvidas na Batalha de Aljubarrota | Sepultados na Catedral de Toledo








Data da informação: 30.05.2020 04:17:40 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-by-sa-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.