Joana de Aragão (1375–1407) - pt.LinkFang.org

Joana de Aragão (1375–1407)


Joana
Infanta de Aragão
Condessa de Foix
Reinado 4 de junho de 1392 – agosto de 1398
 
Cônjuge Mateus I de Foix
Casa Aragão
Foix
Nascimento 12 ou 17 de agosto 1375
  Daroca, Saragoça, Espanha
Morte 13 de setembro de 1407 (32 anos)
  Valência, Espanha
Pai João I de Aragão
Mãe Marta de Armagnac

Joana de Aragão (em castelhano: Juana; Daroca, 12 ou 17 de agosto de 1375Valência, 13 de setembro de 1407)[1] foi infanta de Aragão por nascimento e condessa consorte de Foix por casamento com Mateus I de Foix.

Biografia


Nasceu em Daroca, na província de Saragoça, a segunda dos cinco filhos do rei João I de Aragão e de Marta d'Amargnac, e a única a atingir a maioridade. Após dar à luz outra menina, Leonor, Marta faleceu, deixando esposo e filha de três anos.

O pai de Joana voltou a se casar dois anos depois, com Violante de Bar, que, assim como Marta, deu à luz vários filhos, mas apenas uma menina sobreviveu à infância: a tão celebrada Iolanda de Aragão, que teve um papel de destaque na Guerra dos Cem Anos.

Em 4 de junho de 1392, em Barcelona, Joana casou-se com Mateus I, conde de Foix. Eles foram casados por quinze anos, mas não tiveram filhos.

Em 1396, o rei João morreu num acidente de cavalo, e foi sucedido por seu irmão, Martim, duque de Montblanc. Todavia, os nobres sicilianos estavam em rebelião e Martim teve de ficar na ilha, reino que reivindicava através de sua mãe, Leonor da Sicília. Nesse ínterim, Maria de Luna, esposa de Martim, reivindicou o trono em nome de seu esposo e agiu como sua representante até a chegada de Martim, no ano seguinte. Ainda assim, a demora abriu caminho para mais disputas em Aragão. Seu direito ao trono foi contestado por Joana, a filha mais velha de João I, e Mateus. Todavia, Martim conseguiu barrar as tropas invasoras de Foix e confiscou as possesões do casal na Espanha.

A meia-irmã mais nova de Joana, Iolanda, também reivindicou o trono com o auxílio de sua mãe, apesar de Joana ainda estar viva, mas elas também falharam. No entanto, Iolanda se casou com Luís II, duque d'Anjou, e teve filhos, e todos eram uma ameaça para Joana.

Faleceu aos 32 anos, em Valência, viúva e sem filhos. Mateus havia morrido nove anos antes e suas posses foram herdadas por sua irmã mais velha, Isabel de Castelbo, que conseguiu reaver as posses espanholas da família.

Precedida por:
Inês de Navarra
Condessa consorte de Foix
4 de junho de 1392 – agosto de 1398
Sucedida por:
Joana de Évreux

Referências










Categorias: Nascidos em 1375 | Mortos em 1407 | Infantes de Aragão | Casa de Barcelona | Casa de Foix | Príncipes católicos romanos | Mulheres da Espanha medieval | Mulheres do século XIV | Mulheres do século XV | Naturais de Saragoça (província) | Infantas de Aragão | Condessas de Foix | Espanhóis do século XIV | Espanhóis do século XV








Data da informação: 16.12.2020 09:04:42 CET

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-by-sa-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.