Línguas hibito-cholón


Hibito-Cholón
Falado em:  Peru
Total de falantes: 0
Família:
 Hibito-Cholón
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

As línguas hibito-cholón formam uma família de línguas ameríndias extintas do Peru.[1]

Línguas


Comparações lexicais


Alguns paralelos lexicais entre o Cholón e o Candoshi (Jolkesky 2016):[3]

Português Cholón Candoshi
eu/nós k-/ki-/ke- ‘eu’ k- ‘nós’
ALAT -pi -ʔpi
argila/terra palam ‘terra’ para ‘argila’
cabeça muʧiʧe moːʧo/moʧoːʂi ‘cabelo’
cabeça teʧ taʃːi ‘face/queixo’
cabelo ʃe -ʂi
chuva ʦi siːna
cinza jopuŋ pojoNpo ‘pó’
criança kunʧu ‘pequeno’ kaNʈʂo
esposa/mulher hila ‘mulher’ kiːʂa ‘mulher’
IMP -(k)(i) -ʔaNki
INSTR -pat -pata ‘COM/INSTR’
INTER -(a)m -a
morcego kaʦik kosita
orelha kitiw kiiʦ-iʧ
ouvir hinah maʂina
pai appa apaː ‘forma vocativa’
sogro kuʧ/ŋuʧ ‘pai’ Nkoːsa-ri
vento kaz/kaʃ/kas ‘vento’ Nkoʂʧi ‘vento’; kaʧiʂa ‘frio’
vir nan nani
vir/voltar a-ʎakian ‘voltar’ naːkija ‘vir’


Alguns paralelos lexicais entre o Cholón e o Muniche (Jolkesky 2016):[3]

Português Cholón Muniche
cabelo ʃe uɕi
farinha pum xpume
morrer kol ku
três utsɨmɨ utsi (Hibito)
velho/avô ɡes ‘velho’ kiʧi ‘avô’
vento/frio kaz/kaʃ/kas ‘vento’ kɨxna ‘frio’
ver jaʧ ɲa


Alguns paralelos lexicais entre o Cholón e o Mapudungun (Jolkesky 2016):[3]

Português Cholón Mapudungun
tu mi-/mi mi-/ejmi
água kot ‘água’ ko ‘água’
ALAT/BEN -le ‘ALAT’ -lel ‘BEN’
boca/buraco lol ‘boca’ lolo ‘buraco’
casa tapjal taɸu
claridade/Lua pel ‘Lua’ pelo ‘claridade’
dois ip epu
encontrar/estar presente pele ‘encontrar’ pele-n ‘estar presente’
grande oʧo ɸɨʧa
INTER -(a)m am
lua Hibito kuiɲa kɨjen̯
moça ilaʧu ɨlʧa
morir/matar lam ‘matar’ l̯a-n ‘morrer’, l̯aŋɨm-ɨn ‘matar’
vagina mexlam ‘fêmea/vagina’ meʈʂɨ ‘vagina’
NEG -mu mɨ/muɣ ‘não’
olho ɲa-ʧe/ɲa-wi ɲe
onça ʧamio ʈʂapial
pai/velho ŋuʧ ‘pai’ kuse ‘velho’
tabaco Hibito peʦ pɨʈʂem


Alguns paralelos lexicais entre o Cholón e o Mochica (Jolkesky 2016):[3]

Português Cholón Mochica
ele/ela ko ‘3.S.PROX’, ŋo- ‘3.S.NSUJ’ -ŋo ‘3’
abóbora loːʧ
água/vapor Hibito kaʧa ‘água’ kaʧa ‘névoa/neblina’
ancião ɡes keʃmik (cf. ekis ‘sogro’)
broto/floresta ʃajapi ‘floresta’ ʧaja ‘broto’
cabeça Hibito soʧa xəʧ
casa/teto tapjal ‘casa’ ʦap ‘teto’
CLS pon ‘CLS.humanos/animais’ poŋ ‘CLS.geral’
COM/LOC -nik ‘COM’ -nik ‘LOC’
dia/manhã atem ‘manhã’ etim ‘dia’
dia/manhã nem ‘dia’ unam ‘manhã’
dois Hibito op-ʧe aput
erva/terra pej ‘terra’ pej ‘erva’
fêmea/mulher mexlam ‘fêmea/vagina’ meʧen/meʧer- ‘fêmea/mulher’
grande oʧo uʦ(o)
grão/milho ʧe ‘grão’ ʦer ‘milho verde’
INTERR into ‘INTERR’ in ‘onde?’
lagarto Hibito ʃonti ʃantek
mandioca el er
morrer/matar lam ‘matar’ læm ‘morrer’
mulher grávida/lua Hibito kuiɲa ‘lua’ kuiɲan/kuin ‘grávida’
NEG -mu amos
NMZ.AG/CAUS -ko ‘NMZ.AG’ -ko ‘CAUS’
ovo/filho mulup ‘filho’ muʎu ‘ovo’
pimenta ut ‘pimenta seca’
porco388 jap javan
raiz ip jep
ramo/galho meʧ ‘árvore/ramo/galho’ meʧ-en ‘ramo/galho’
semente/milho kaʧ ‘milho’ kas ‘semente’
sol Hibito ɲim ɬʲam
TSEQ[4]/ABL -tu-p ‘GEN/ABL’ -top ‘TSEQ’
um an on-
vento kas kəts

Referências


  1. Campbell, Lyle (2012). «Classification of the indigenous languages of South America». In: Grondona, Verónica; Campbell, Lyle. The Indigenous Languages of South America (PDF). Col: The World of Linguistics. 2. Berlin: De Gruyter Mouton. pp. 59–166. ISBN 978-3-11-025513-3 
  2. Alexander-Bakkerus, Astrid. 2005. Eighteenth-Century Cholón. Orientação: Willem Adelaar, Pieter Muysken. Doutorado, Universiteit Leiden
  3. a b c d Jolkesky, Marcelo Pinho de Valhery. 2016. Estudo arqueo-ecolinguístico das terras tropicais sul-americanas . Doutorado em Linguística. Universidade de Brasília.
  4. Tópico sequencial









Categorias: Línguas ameríndias




Data da informação: 24.09.2021 07:43:58 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-BY-SA-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.