Matriz (álbum) - pt.LinkFang.org

Matriz (álbum)


Matriz
Álbum de estúdio de Pitty
Lançamento 26 de abril de 2019
Gravação 2018-19
Estúdio(s) Estúdio Tambor, Estúdios Madeira, Estúdio Vista, Estúdio Casa das Máquinas, Estúdios Family Mob, Garcia Mix Room, Estúdios Rootsans e Sterling Sound Studio
Gênero(s)
Duração 44:21
38:21 (LP)
Formato(s)
Gravadora(s) Deckdisc
Direção Otávio Souza
Produção Rafael Ramos, Pupilo
Cronologia de Pitty
Turnê SETEVIDAS: Ao Vivo
(2016)
Noite Inteira: Remixes
(2019)
Singles de Matriz
  1. "Noite Inteira"
    Lançamento: 20 de março de 2019
  2. "Ninguém é de Ninguém"
    Lançamento: 31 de julho de 2019
  3. "Para o Grande Amor"
    Lançamento: 16 de dezembro de 2019
  4. "Roda"
    Lançamento: 18 de fevereiro de 2020
  5. "Submersa"
    Lançamento: 26 de maio de 2020

Matriz é o quinto álbum de estúdio e oitavo disco de vinil da cantora de rock brasileira Pitty, produzido por Rafael Ramos, lançado em 26 de abril de 2019.[1]

Mesmo lançado depois, o álbum deu origem à "Tour Matriz", iniciada em 2018, quando a cantora já estava em estúdio gravando as faixas. Em 2019, depois do lançamento do álbum, Pitty iniciou a segunda parte da mesma turnê.

Índice

Antecedentes


Composto e gravado durante a primeira parte da Turnê Matriz, o disco partiu da ideia de revisitar suas origens, chegar na matriz sonora, como através do rock ela dialoga com novas influências, perceber como isso se comporta nos dias de hoje e toda sua trajetória até então. O álbum foi gravado parte no Rio de Janeiro, no Estúdio Tambor, parte em São Paulo e parte em Salvador, onde Pitty nasceu e viveu até os 23 anos quando foi para o Rio gravar o primeiro disco. "Metaforizando, é como a história de uma blueswoman que sai da plantação de algodão, bota a viola no saco e vai tentar a vida na cidade grande. É uma espécie de retorno de um auto-exílio estético e cultural, e isso só é possível hoje por vários motivos. A passagem do tempo, que nos distância do superficial e nos aproxima da essência, e essa nova cena que renovou o fluxo criativo da minha terra, fazendo com que artistas diferentes possam existir ali. Entre outras coisas mais subjetivas", conta Pitty. Por isso mesmo uma das participações é de Lazzo Matumbi. "Lazzo é parte dessa Bahia fundamental, dessa pedra ancestral sobre a qual foi construída toda uma cultura. Apesar de termos sons e carreiras diferentes, nossa essência é parecida. Ele é luta, revolução, é o lado B da Bahia do qual eu sempre fiz parte e que me interessa mostrar. Da mesma forma outros artistas que também participam do disco me remetem à essa baianidade visceral, que sempre foi a minha onda e que expresso através do rock, que é a essência da música que faço. É como se eu encontrasse meus pares nessa caminhada de volta pra casa", finaliza.

Repertório


Após quase 5 (cinco) anos sem um álbum de inéditas, a cantora Pitty publicou a data e capa do novo projeto, intitulado "Matriz". Com capa assinada por Otávio Souza, o álbum, com 13 faixas/11 canções, conta com a colaboração de Lazzo Matumbi, nas músicas "Noite Inteira", que também tem a colaboração de Nancy Vieira, que já foi lançada como segundo single, e "Sol Quadrado", que também conta com a participação de Larissa Vieira; e da banda BaianaSystem, na faixa "Roda".

Há duas regravações no repertório essencialmente inédito e autoral. Uma delas é "Motor", canção de espírito blues-rock, composta por Tiago Oliveira, em 2012, lançada no ano seguinte pela banda Maglore e redimensionada na voz de Gal Costa em 2018. A outra regravação do 5º (quinto) álbum solo de Pitty, é a de "Para o Grande Amor", canção de autoria do amigo e compositor baiano, Peu Souza (1977–2013) lançada em disco pela banda carioca Folks, em 2015, dois anos após a morte precoce do autor aos breves 33 anos.

Promoção


Turnê

Ver artigo principal: Tour Matriz

A Tour Matriz conta com shows em cidades de todo o Brasil, desde que iniciou em 28 de julho de 2018. Com a proposta de divulgar a quantidade de grandes talentos musicais do Brasil, a cantora está divulgando o projeto "Palco Aberto". A abertura de vinte shows da turnê ficam por conta de bandas escolhidas pela própria Pitty e Tony Aiex, editor-chefe do TMDQA!, por hashtagas nas redes sociais.

Singles oficiais

Em 20 de março de 2019, a cantora lançara a canção Noite Inteira como primeiro single do novo trabalho, também acompanhado de um videoclipe todo em animação, gravado nos Estúdios Madeira, Vista e Casa das Máquinas. O single atingiu a 13ª posição no iTunes Chart Brasil. Após o lançamento do álbum, a canção atingiu a 3ª posição no Itunes da Bolivia. O alcance se deu por mais de uma semana nos dois países.[2] O videoclipe desta, foi dirigido por Carlos Pedreañez. Produzido por Rafael Ramos. Em 1 (mês) de lançamento do videoclipe, obteve quase 800 mil visualizações.[3]

Em 25 de maio de 2019, Pitty postou, em suas redes sociais, um retrato seu com a seguinte legenda: "a carinha de quem está doida pra soltar um spoiler mas NÃO VOU". No dia seguinte, ela postou uma selfie, com uma maquiagem mais pesada, e a legenda: "me faz queimar de novo", parte da canção Ninguém é de Ninguém, deixando seus seguidores com palpites desta ser o próximo single e videoclipe. Após dois meses, em 26 de julho, Pitty anunciou o lançamento para 31 de julho de 2019 promovendo com três gifs e uma foto de partes do videoclipe.

Para o Grande Amor foi anunciada como terceiro single do álbum, em 16 de dezembro de 2019, por Pitty, em sua conta oficial no Twitter, avisando que também já estaria nas rádios. Nada foi falado de um videoclipe, apenas lançado um lyric video.

"A música #RODA se desdobrou num clipe ao vivo com o @baianasystem e até em remix do @pupillo74! dia 18.02 quero ver todo mundo girando nesse...", foi a frase escrita em uma postagem da capa do quarto single do álbum, Roda, lançado no dia 18 de fevereiro de 2020, simultaneamente com um videoclipe ao vivo gravado na casa de show "Concha Acústica de Salvador", Bahia, e dirigido por Daniel Ferro.

Em 26 de maio de 2020, Pitty anunciou por meio de sua conta no Twitter o lançamento de "Submersa" como single e sua presença já constando nas rádios, promovendo com um trecho da VideoTrackz da faixa com a legenda "peça submersa nas rádios de todo o Brasil". O videoclipe oficial saiu em 3 de junho de 2020, em seu canal oficial no YouTube.

Single promocional

Te Conecta, foi lançada como single promocional de divulgação da "Tour Matriz", iniciada em 2018, em 10 de setembro de 2018, acompanhado do videoclipe. A canção traz uma sonoridade diferente, com influências de vários gêneros, como o reggae e o dub. A letra foi escrita por Pitty durante uma reflexão pessoal e fala sobre buscar um lugar de conexão consigo mesma. Foi a primeira canção que aconteceu, a qual Pitty não sabia que entraria no álbum, mas depois ela percebeu que esta fazia sentido entrar em "Matriz" porque ajudava a contar a história do álbum. O single atingiu a 4ª posição no iTunes Chart brasileiro, e a 1ª posição no Chart da Bolívia. O alcance se deu por mais de uma semana[4]. O clipe marca mais de 1 milhão de visualizações no YouTube. A faixa recebeu a certificação de “single de ouro” por acumular mais de 8 milhões de streams, o que equivale a uma média de 40 mil cópias vendidas.[5] O videoclipe teve direção de Cisco Vasques e produção de Otavio Augusto, Iara Medeiros e Joanna Jourdan.[6][7]

Matriz.doc

O documentário, "MATRIZ.doc", exclusivo do In-Edit Brasil, mostra o resultado entre passado e presente para construir um novo futuro na carreira da cantora.

Faixas


CD, download digital e streaming
TítuloCompositor(es) Duração
1. "Bicho Solto"  Pitty, Dorival Caymmi[a] 2:47
2. "Noite Inteira (feat. Lazzo Matumbi)"  Pitty, Martin Mendonça, Gui Almeida 5:15
3. "Ninguém é de Ninguém"  Pitty, Daniel Weksler 3:07
4. "Motor"  Teago Oliveira 3:50
5. "Saudade (Vinheta)[b]"  Pitty 0:04
6. "Roda (feat. BaianaSystem)"  Pitty, Roberto Barreto, Russo Passapusso 3:20
7. "Azul (Vinheta)[c]"  Pitty 0:04
8. "Bahia Blues"  Pitty 3:47
9. "Te Conecta[d]"  Pitty 3:52
10. "Redimir"  Pitty 3:36
11. "Para o Grande Amor"  Peu Sousa 3:43
12. "Submersa"  Pitty 4:06
13. "Sol Quadrado (feat. Larissa Luz)[e]"  Pitty 5:42
Duração total:
44:21

LP[8]

K7[9]

Notas

Créditos


Músicos convidados

  • Rafael Ramos: Produção, programação, percussão e mixagem
  • Chris Gehringer: Masterização
  • Jorge Guerreiro e Matheus Gomes: Gravação
  • Tadeu Mascarenhas: Gravação (faixas 2, 6 e 13)
  • Lazzo Matumbi: Vocal participante (faixas 2 e 13)
  • Russo Passapusso: Vocal participante (faixa 6)
  • Larissa Luz: Vocal participante (faixa 13)
  • Janeh Magalhães, Cleyde Jane e Rômulo Nascimento: Coro (faixa 10)
  • Nancy Viegas: Backing Vocal (faixa 2)
  • Duda Machado: Bateria (faixas 2, 4 e 11)
  • Pupillo: Bateria, Programação, Percussão e Produção (faixa 10)
  • Dan Maia: Teclado (faixa 10)
  • Roberto Barreto: Guitarra baiana e Bandolim (faixa 6)
  • Felipe Ventura: Arranjo de Cordas, Violino e Viola (faixa 4)
  • Marlon Sette: Trombone (faixa 4)
  • Diogo Gomes: Trompete (faixa 4)
  • Zé Carlos Bigorna: Saxofone (faixa 4)
  • Seko Bass: Sintetizador, Beats, Programação e Produção (faixa 6)
  • Nayara Torres e Tom Andrade: Percussão Corporal (faixa 1)
  • Vitor Farias: Mixagem (faixas 1, 2, 4, 6, 9, 11, 12 e 13)
  • Pedro Garcia: Mixagem (faixa 8)

Recepção


O álbum recebeu boas críticas.

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
O Globo (Bom)
Medium
O Grito!
Whiplash.net

Silvio Essinger para O Globo, elogia a cantora e as sonoridades presentes no disco: "Mesmo as incursões de Pitty pelo reggae — "Te conecta" e "Sol quadrado" (com Larissa Luz) — são construídas com eficácia e equilíbrio e não destoam do conjunto de faixas desse álbum com impressionante profundidade sonora e verniz de produção internacional." [11]

Gustavo Nazário, do portal Saga das Músicas, para o site Medium, faz comentários positivos, mas deixa um comentário sobre as guitarras presentes nas canções: "Apesar de ser um trabalho experimental, que na minha concepção foi muito bem desenvolvido, ainda sinto que esse experimentalismo foi muito dentro do contexto do Rock e não de estilos em geral. Talvez se Pitty deixasse um pouco a guitarra de lado, o álbum seria uma grande viagem musical."[12]

Paulo Floro para a revista O Grito! diz que este é o melhor álbum da carreira de Pitty, se encontrando com suas raízes africanas: "O disco traz ainda participações de Larissa Luz, Pupillo e Marlon Sette, além de reunir a banda de Pitty, em turnê desde o ano passado: Pitty nos vocais, Martin na guitarra, Gui Almeida no baixo, Paulo Kishimoto numa variedade de instrumentos e Dani Weksler na bateria. Matriz traz Pitty em sua melhor fase, bastante segura e madura, bicho soltíssimo."[13]

Fabiano Rocha para o site Whiplash.net faz elogios: "Matriz acentua o que há de melhor na cantora baiana. E, sim, gosto de ressaltar que ela é baiana, é uma espécie de orgulho conterrâneo. Portanto, Pitty provou mais uma vez o que não precisa provar pra mais ninguém: é a maior cantora de rock em atualidade nesse país."[14]

Desempenho nas tabelas musicais


Prêmios e indicações


Ano Prêmio Categoria Indicado Resultado
2019 Grammy Latino Melhor Álbum de Rock ou Música Alternativa em Língua Portuguesa Matriz Indicado[17]
2019 WME AWARDS Melhor Álbum Matriz Indicado

Histórico de lançamento


País Data Formato Gravadora
 Brasil 26 de abril de 2019 Download digital, streaming Deckdisc
3 de junho de 2019 CD, LP, K7

Referências


  1. «Pitty divulga setlist e capa de novo álbum, Matriz» . Portal Popline. Consultado em 18 de abril de 2019 
  2. «'Noite Inteira (feat. Lazzo Matumbi)'» (em inglês). iTunes Chart. Consultado em 29 de abril de 2019 
  3. «Pitty lança segundo single do álbum Matriz» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 26 de abril de 2019 
  4. «Pitty - 'Te Conecta' Brazilian iTunes Chart Performance» (em inglês). iTunes Chart. Consultado em 29 de abril de 2019 
  5. «"Com mais de 8 milhões de streams, "Te Conecta" de Pitty ganha certificação de single de ouro» . Consultado em 28 de outubro de 2019 
  6. «Pitty lança canção e videoclipe como primeiro single do novo álbum de trabalho» . Laís Ribeiro. Consultado em 18 de abril de 2019 
  7. «Pitty lança primeira canção de trabalho de seu quinto álbum» (em inglês). Consultado em 26 de abril de 2019 
  8. «Pitty divulga setlist da versão LP do álbum Matriz» . Universo do Vinil. Consultado em 15 de maio de 2019 
  9. «Pitty divulga setlist da versão K7 do álbum Matriz» . Armazem do Vinil. Consultado em 15 de maio de 2019 
  10. «'Pitty - Matriz (2019)'» (em inglês). Discogs. Consultado em 9 de julho de 2020 
  11. «Com chip novo, Pitty reenergiza sua sonoridade e faz disco de rock que soa como 2019» . O Globo. 26 de abril de 2019. Consultado em 3 de julho de 2020 
  12. Músicas), Gustavo Nazario (Saga Das (8 de maio de 2019). «CRÍTICA: PITTY — MATRIZ» . Medium (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2020 
  13. Crítica (29 de abril de 2019). «Pitty se reconectou com as raízes baianas e fez o melhor disco da carreira» . Revista O Grito! — Cultura pop, cena independente, música, quadrinhos e cinema. Consultado em 3 de julho de 2020 
  14. «Pitty: Matriz inaugura novos elementos e acentua as qualidades (Resenha - Matriz - Pitty)» . whiplash.net. Consultado em 3 de julho de 2020 
  15. «Pitty - 'MATRIZ' Brazilian iTunes Chart Performance» (em alemão). iTunes Charts. Consultado em 22 de maio de 2019 
  16. «Bolivia iTunes Top 100 Music Albums» (em inglês). Hot Music Charts. Consultado em 22 de maio de 2019 
  17. «Veja a lista completa com os vencedores do Grammy Latino 2019» . Vagalume. Novembro de 2019. Consultado em 8 de setembro de 2020 

Ligações externas











Categorias: Álbuns de Pitty | Álbuns de 2019 | Álbuns em língua portuguesa | Álbuns lançados pela Deckdisc




Data da informação: 17.12.2020 04:58:27 CET

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-by-sa-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.