Petrosaviaceae


(Redirecionado de Petrosaviales)
Petrosaviaceae

Japonolirion osense
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: monocotiledóneas
Ordem: Petrosaviales
Família: Petrosaviaceae
Hutch.
Géneros
O Wikispecies tem informações sobre: Petrosaviaceae

Petrosaviaceae é um táxon de plantas colocado na categoria taxonómica de família, utilizado por sistemas de classificação modernos como o sistema APG III[1] o sistema Angiosperm Phylogeny Website (2001 em diante),[2] e está circunscrito obrigatoriamente pelo menos pelo género Petrosavia. O sistema APG II, de 2003,[3] reconhece esta família e coloca-a nas monocotiledóneas, sem lugar como ordem. Soltis et al.[4] e também o Angiosperm Phylogeny Website[2] elevam-na ao estatuto de ordem (Petrosaviales), devido a ser o grupo irmão de todas as monocotiledóneas salvo Acorales e Alismatales, e o mesmo faz o sistema APG III em 2009.[1] O táxon está circunscrito por dois géneros, Japonolirion e Petrosavia. Japonolirion é fotossintético e tem sido pobremente estudado, enquanto que Petrosavia é sem clorofila e é micotrófica.

Japonolirion possui uma única espécie e Petrosavia três. As plantas de ambos os géneros encontram-se em habitats de alta altitude; possuem racimos com brácteas, flores pediceladas, seis tépalas persistentes, sépalas nectários, três carpelos diferenciados, microsporogénese simultânea, pólen monossulcado, e frutos foliculares.

Índice

Taxonomia


A família foi reconhecida pelo sistema APG III.[1] O sistema Linear APG III[5] atribuiu-lhe o número de família 43. A família já havia sido reconhecida pelo sistema APG II[3]

Possui dois géneros:

Até há pouco tempo, os géneros não haviam sido considerados como parte de um mesmo táxon. O sistema APG II, de 2003,[3] colocou-os numa mesma família, mas anteriormente, no sistema APG, de 1998[6] cada género estava colocado na sua prápria família. Dahlgren et al. (1985[7] havia colocado Petrosavia na ordem Melanthiales, mas não havia listado Japonolirion em nenhum lugar. Takhtajan (1997[8] havia colocado Petrosaviaceae na sua própria ordem em Triurididae, e Japonoliriaceae em Melanthiales, Liliidae.

Sinonímia


Referências


  1. a b c The Angiosperm Phylogeny Group III ("APG III", em ordem alfabética: Brigitta Bremer, Kåre Bremer, Mark W. Chase, Michael F. Fay, James L. Reveal, Douglas E. Soltis, Pamela S. Soltis y Peter F. Stevens, e também Arne A. Anderberg, Michael J. Moore, Richard G. Olmstead, Paula J. Rudall, Kenneth J. Sytsma, David C. Tank, Kenneth Wurdack, Jenny Q.-Y. Xiang y Sue Zmarzty) (2009). «An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG III.» (pdf). Botanical Journal of the Linnean Society (161): pp. 105-121.
  2. a b Stevens, P. F. (2001 onwards). Angiosperm Phylogeny Website. Version 12, July 2012 [and more or less continuously updated since]." http://www.mobot.org/MOBOT/research/APweb/.
  3. a b c APG II (2003). «[APG II (2003). «An Update of the Angiosperm Phylogeny Group Classification for the orders and families of flowering plants: APG II.» (pdf). Botanical Journal of the Linnean Society (141): pp. 399-436. Consultado el 03/03/2008 An Update of the Angiosperm Phylogeny Group Classification for the orders and families of flowering plants: APG II.]» (pdf). Botanical Journal of the Linnean Society (141): pp. 399-436. Consultado a 03/03/2008
  4. Soltis, D. E.; Soltis, P. F., Endress, P. K., y Chase, M. W. (2005). «Petrosaviales». Phylogeny and evolution of angiosperms.. Sunderland, MA: Sinauer Associates. pp. 100.
  5. Elspeth Haston, James E. Richardson, Peter F. Stevens, Mark W. Chase, David J. Harris. The Linear Angiosperm Phylogeny Group (LAPG) III: a linear sequence of the families in APG III Botanical Journal of the Linnean Society, Vol. 161, No. 2. (2009), pp. 128-131. doi:10.1111/j.1095-8339.2009.01000.x Key: citeulike:6006207 pdf: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1095-8339.2009.01000.x/pdf
  6. Angiosperm Phylogeny Group (1998). «An ordinal classification for the families of flowering plants.». Ann. Misouri Bot. Gard. 85: pp. 531-553.
  7. Dahlgren, R. M.; Clifford, H. T., Yeo, P. F. (1985). The families of the monocotyledons. (Springer-Verlag edition). Berlin.
  8. Takhtajan (1997). Diversity and Classification of Flowering Plants.. New York: Columbia University Press.

Ligações externas











Categorias: Petrosaviaceae | Famílias de monocotiledóneas | Famílias de angiospérmicas




Data da informação: 24.09.2021 02:50:40 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-BY-SA-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.