Prostaglandina


Prostaglandinas são sinais químicos celulares lipídicos similares a hormônios, porém que não entram na corrente sanguínea, atuando apenas na própria célula e nas células vizinhas (resposta parácrina). São produzidas por quase todas as células, geralmente em locais de dano tecidual ou infecção, pois estão envolvidos em lidar com lesões e doenças. Elas controlam os processos, tais como a inflamação, o fluxo de sangue, a formação de coágulos de sangue e a indução do trabalho de parto. Eles podem ser usados ​​para tratar úlceras do estômago, glaucoma e doença cardíaca congênita em recém-nascidos.

Índice

Síntese


São derivados enzimaticamente dos ácidos graxos poli-insaturados e têm importantes funções no organismo de um animal. A maioria é derivada do ácido araquidónico pela via metabólica da cascata do ácido araquidónico. Toda prostaglandina contém 20 átomos de carbono, incluindo um anel de 5 carbonos. Elas são mediadoras e possuem uma série de fortes efeitos fisiológicos; embora tecnicamente sejam hormônios, elas raramente são classificadas como tais.

As prostaglandinas, juntamente com os tromboxanos e as prostaciclinas formam a classe dos prostanoides, derivados de ácidos graxos; a classe dos prostanoides é uma sub-classe dos eicosanoides.

A cascata do ácido araquidónico ocorre por ação de diferentes enzimas como a ciclooxigenase (COX), lipooxigenase (LOX), o citocromo P-450, peroxidases, etc. A cicloxigenase dá origem a prostaglandinas, tromboxano A-II e prostaciclina (PGI2); a lipoxigenase dá origem aos ácidos HPETEs, HETE e a leucotrienos; o citocromo P-450 produz HETEs e hepóxidos (EETs).

A via pela qual o ácido araquidônico é metabolizado a eicosanoides depende do tecido, do estímulo, da presença de indutores ou inibidores endógenos e farmacológicos, entre outros.

Funções


As prostaglandinas causam uma maior permeabilidade capilar e também têm o poder da quimiotaxia, atraindo células como macrófagos especializadas na fagocitose de restos celulares resultantes durante o processo inflamatório.

São substâncias que agem como hormônios, porém não entram na corrente sanguínea, são produzidos por quase todas as células do corpo e atuam na própria célula e nas vizinhas. Sua ação varia de acordo com o receptor, sendo sua vida útil muito curta.

Sua síntese e liberação no endométrio feminino são regulados pelo:

Na gravidez o excesso de estrógeno, aumenta a concentração de prostaglandinas provocando a contração do endométrio, atuando junto com a oxitocina na expulsão do feto.

Prostaglandina I2 ou prostaciclina

Prostaglandina E2 ou dinoprostona

Seu efeito varia com o receptor:

Receptor de prostaglandina E1
Receptor de prostaglandina E2

inibição enzimática

Receptor de prostaglandina E3
Inespecífico

Prostaglandina F2alfa

História e etimologia


O nome prostaglandina deriva de próstata. Quando as prostaglandinas foram isoladas pela primeira vez do sêmen em 1935 pelo fisiologista sueco Ulf von Euler, acreditava-se que fazia parte das secreções da próstata (na realidade as prostaglandinas são produzidas pelas vesículas seminais); posteriormente foi demonstrado que muitos outros tecidos segregam prostaglandinas por diferentes razões.

Em 1971 descobriu-se que drogas que continham o ácido acetilsalicílico (como a aspirina) inibiam a síntese de prostaglandinas. Os bioquímicos Sune K. Bergström, Bengt I. Samuelsson e John R. Vane receberam juntos o prêmio Nobel de Medicina por sua pesquisa sobre as prostaglandinas.

Referências


  1. a b Rang, HP (2003). Farmacologia 5 ed. Edimburgo: Churchill Livingstone. 234 páginas. ISBN 0-443-07145-4 
  2. Fabre JE, Nguyen M, Athirakul K, K Coggins, McNeish JD, Austin S, Parise LK, FitzGerald GA, Coffman TM, Koller BH. Jornal de Investigação Clínica, 2001, 107:603
  3. Gross S, Tilly P, Hentsch D, Vonesch JL , Fabre JE. Journal of Experimental Medicine, de 2007, 204:311









Categorias: Endocrinologia | Hormônios




Data da informação: 24.09.2021 01:31:54 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-BY-SA-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.