Sinal (teoria da informação) - pt.LinkFang.org

Sinal (teoria da informação)




Em geral, entende-se que um sinal é uma sequência de estados em um sistema de comunicação que codifica uma mensagem. A definição pode mudar de acordo com o contexto em que se está trabalhando.

Em um sistema de comunicação, o transmissor recebe uma mensagem, e a codifica em um sinal, que é transportado pelo sistema de comunicações até o receptor, que decodifica o sinal e solta uma mensagem. Por exemplo, o texto "batatinha quando nasce", ao ser transmitido via telégrafo, é convertido primeiro em traços, pontos e pausas, e o telegrafista aciona o dispositivo de telégrafo criando um sinal, que é a tensão elétrica a ser transmitida por um par de fios. Do outro lado, o receptor recebe um sinal, também na forma de uma tensão elétrica em um par de fios. Por fim, o sinal é decodificado, gerando uma mensagem que se espera ser igual ao texto original transmitido.

A tensão criada pelo telegrafista, o sinal transmitido, pode sofrer distorções durante a transmissão. Estas distorções podem ser tanto mudanças determinísticas e reversíveis do sinal, quanto a adição de ruídos completamente aleatórios. Estas distorções podem ser intensas o suficiente para modificar o conteúdo da mensagem.

Um engenheiro de telecomunicações busca formas de se projetar sistemas de comunicação para fazer com que as mensagens sejam transmitidas sem erros. Eles procuram formas de fazer com que os erros na transmissão dos sinais não modifiquem as mensagens contidas por eles.

Sistemas de comunicação podem possuir diversas camadas em que o sinal gerado por uma camada é a mensagem a ser transmitida pela camada inferior. Mensagens e sinais podem ser tanto de tempo discreto quanto contínuo.

Índice

Taxonomia


Sinais podem ser de tempo contínuo ou de tempo discreto e ainda podem ser digitais ou analógicos.

Sinais de tempo discreto são sequências de valores, normalmente definidos em instantes de tempo periódicos. Sinais de tempo contínuo possuem seu estado definido em qualquer instante de tempo.

Sinais digitais só podem assumir valores discretos, enumeráveis, ou inteiros, normalmente de um conjunto limitado de valores possíveis. Sinais analógicos podem assumir qualquer valor real.

Exemplos de Sinais


Analógicos

Digitais

Exemplos de sistemas de comunicação


Os seguintes sistemas de comunicação são relativamente complicados, e na sua descrição podemos ver uma série de sinais dando origem a outros sinais.

Este artigo sobre engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o .








Categorias: Processamento de sinais








Data da informação: 30.05.2020 07:01:23 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-by-sa-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.