Sinal elétrico - pt.LinkFang.org

Sinal elétrico




Índice

Definição


Pode-se entender a expressão sinal elétrico de duas maneiras:

O sinal pode ser gerado artificialmente por um circuito eletrônico (oscilador). Entretanto, na maioria das aplicações práticas, o sinal elétrico representa a variação de outra grandeza física no decorrer do tempo, convertida em eletricidade por um transdutor.

Considera-se como sinal a informação útil para o circuito. Qualquer informação indesejada, inútil, ou nociva, introduzida involuntariamente no sistema, é considerada ruído.

Por exemplo, em um amplificador de som: a pessoa fala em um microfone, que é o transdutor. O microfone converte as ondas sonoras em uma tensão variável que pode ser medida entre os fios do microfone. Esta variação na tensão corresponde exatamente à frequência de oscilação das ondas sonoras emitidas. É o sinal elétrico puro. Contudo, ao se medir a tensão em um estágio adiante no circuito, pode-se perceber, por exemplo, que a rede elétrica da sala "contaminou" o sinal, isto é, por efeito da indução eletromagnética sobre os condutores do circuito, somou-se ao sinal original uma variação de tensão com a frequência de oscilação da rede (60 Hz no Brasil). Esta interferência indesejada da rede que é o ruído. Quando o circuito entrega o sinal amplificado ao alto-falante (nosso transdutor de saída), a interferência foi amplificada junto, e será percebida como um zumbido grave ao fundo da voz.

Há muitas outras fontes de ruídos que podem afetar o sinal elétrico, como descargas atmosféricas e raios cósmicos.

Características do sinal elétrico


O sinal elétrico é determinado pelas seguintes características:

Os equipamentos mais usados para se medir as características do sinal são o osciloscópio e o analisador de espectro.

Representação gráfica


Um sinal elétrico aleatório é estudado a partir de sua representação matemática no gráfico cartesiano. Para um mesmo sinal, há duas representações possíveis:

Para um sinal senoidal puro (a rede elétrica residencial, por exemplo) ainda existe a representação fasorial, em que o módulo do vetor representa a amplitude e o argumento representa a defasagem do sinal em relação a um circuito puramente resistivo.

Transformação


A partir da forma de onda, pode-se conhecer o espectro de frequência, e vice-versa, aplicando-se a transformada de Fourier, que decompõe qualquer forma de onda em um somatório hipotético de senoides, de frequências e amplitudes diversas.

As características do sinal são trabalhadas pelo circuito em função desta soma de senoides, e não do sinal real, que quase sempre é imprevisível.

Ver também


Referências


  1. «Sinal elétrico» . Encyclopædia Britannica Online (em inglês). Consultado em 30 de novembro de 2019 








Categorias: Eletrônica | Processamento de sinais








Data da informação: 31.05.2020 07:42:16 CEST

Fonte: Wikipedia (Autores [História])    Licença: CC-by-sa-3.0

Mudanças: Todas as imagens e a maioria dos elementos de design relacionados a essas foram removidos. Alguns ícones foram substituídos por FontAwesome-Icons. Alguns modelos foram removidos (como "o artigo precisa de expansão) ou atribuídos (como" notas de rodapé "). As classes CSS foram removidas ou harmonizadas.
Os links específicos da Wikipedia que não levam a um artigo ou categoria (como "Redlinks", "links para a página de edição", "links para portais") foram removidos. Todo link externo possui um FontAwesome-Icon adicional. Além de algumas pequenas mudanças de design, foram removidos os contêineres de mídia, mapas, caixas de navegação, versões faladas e microformatos geográficos.

Observe: Como o conteúdo fornecido é retirado automaticamente da Wikipedia no momento especificado, uma verificação manual foi e não é possível. Portanto, o LinkFang.org não garante a precisão e a atualidade do conteúdo adquirido. Se houver uma informação incorreta no momento ou com uma exibição imprecisa, sinta-se à vontade para Contate-Nos: email.
Veja também: Cunho & Política de Privacidade.